Publicado em 06 de agosto de 2013

Todo mês de agosto lembro-me daquela frase célebre que, quando mais jovem, ouvia sempre: Você não tem vocação? Rapidamente lembrava-me dos Padres e dos Consagrados e respondia com um: não sei. Neste tempo tinha claro comigo mesmo que vocação era coisa para padres e feiras.terço

Com o passar dos tempos somos convidados, pela própria Igreja, a entender que a primeira vocação nasce do Batismo. Todos os Batizados são incorporados em Cristo, como diz São Paulo. Nele, continua o Apóstolo, formamos um só corpo (Rm: 12,5)

Com essa imagem somos capazes de perceber que estamos, pelo Batismo, ligados intimamente ao Cristo. Sendo assim, a nossa vida só terá sentido se vivida n´Ele alicerçada em seus mandamentos. A medida que entramos em comunhão de vida com Cristo perceberemos que nossa vida esta ligada a sua, a tal ponto de nos tornar um outro cristo, um enviado.

Depois desta consciência de que somos chamados a viver a santidade de Cristo, e São Paulo teve essa experiência a tal ponto que chegou a dizer que “já sou eu quem vive, é Cristo que vive em mim” (Gl 2, 20), caminharemos para fazer a segunda opção vocacional, intimamente ligada à primeir, que são as vocações especificas: è o momento para cada um se perguntar: Eu, sendo cristão, desejo seguir a Cristo de que forma? Daí cada um, na oração diante do Senhor, descobrirá sua vocação especifica podendo vivê-la na vida sacerdotal, Consagrada, matrimonial, celibatária. Em todas elas a graça do Senhor está presente e cada um responde e caminha dentro de seu estado de vida.

Que a Mãe dos vocacionados, a Virgem Maria, dê a todos os que já fizeram sua opção de vida força e esperança para seguir em frente; aos que não fizeram sua opção, de maneira muito especial aos jovens, pedimos a Mãe muita luz e sabedoria para descobrirem o caminho que os levará a viverem mais plenamente a vocação batismal.

Que este mês vocacional leve-nos a refletir sobre nossa vocação, fortalecendo nosso compromisso com o Cristo, nosso Senhor.

No Coração de Jesus,

Pe. Júlio César Machado, MSC
Reitor do Santuário