Notícia Publicada em 01 de junho de 2016

Significado da Festa de Corpus Christi

Na quinta-feira, 26 de maio a Igreja Católica, em todo o mundo, comemorou o dia de Corpus Christi. Nome que vem do latim e significa “Corpo de Cristo”.

A festa de Corpus Christi tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia – o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

Acontece sempre em uma quinta-feira, em alusão à Quinta-feira Santa, quando se deu a instituição deste sacramento. Durante a última ceia de Jesus com seus apóstolos, Ele mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho que se transformariam em seu Corpo e Sangue.

“O que come a minha carne e bebe o meu sangue, tem a vida eterna e, eu o ressuscitarei no último dia. Porque a minha carne é verdadeiramente comida e o meu sangue é verdadeiramente bebida. O que come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. O que come deste pão viverá eternamente” (Jo 6, 55 – 59).

Através da Eucaristia, Jesus nos mostra que está presente ao nosso lado, e se faz alimento para nos dar força para continuar. Jesus nos comunica seu amor e se entrega por nós.

 

Origem da Celebração

A celebração teve origem em 1243, em Liège, na Bélgica, no século XIII, quando a freira Juliana de Cornion teria tido visões de Cristo demonstrando-lhe desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Em 1264, o Papa Urbano IV através da Bula Papal “Trasnsiturus de hoc mundo”, estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração. Compôs o hino “Lauda Sion Salvatorem” (Louva, ó Sião, o Salvador), ainda hoje usado e cantado nas liturgias do dia pelos mais de 400 mil sacerdotes nos cinco continentes.

A procissão com a Hóstia consagrada conduzida em um ostensório é datada de 1274. Foi na época barroca, contudo, que ela se tornou um grande cortejo de ação de graças.

 

No Brasil

No Brasil, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasília, em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu em Ouro Preto, cidade histórica do interior de Minas Gerais.

 

A celebração de Corpus Christi consta de uma missa, procissão e adoração ao Santíssimo Sacramento.

A procissão lembra a caminhada do povo de Deus, que é peregrino, em busca da Terra Prometida. No Antigo Testamento esse povo foi alimentado com maná, no deserto. Hoje, ele é alimentado com o próprio Corpo de Cristo.

Durante a Missa o celebrante consagra duas hóstias: uma é consumida e a outra, apresentada aos fiéis para adoração. Essa hóstia permanece no meio da comunidade, como sinal da presença de Cristo vivo no coração de sua Igreja.

Fonte: Canção Nova

O Nosso Tapete

Neste ano na confecção do tradicional tapete, por onde passa o Santíssimo, nosso Santuário levou os fieis a refletir sobre o ano da misericórdia. Confeccionando o tapete da seguinte maneira:

No inicio trazia a imagem de Nossa senhora Aparecida feita de pipoca e flores mostrando assim o rosto misericordioso de Maria a mais bela flor do Pai misericordioso

corpus christ57

Sobre um TNT verde logo em seguida vinha espalhado diversas ovelhinhas feitas de pipoca  que nos remetia a parábola do bom Pastor que se encontrava bem no meio do grande tapete, feito de juta.

corpus christ60           corpus christ6         corpus christ6     13266104_929388820492614_1549521725011876942_n

corpus christ52  13239281_929385997159563_752109461669236212_n

Além das ovelhinha emoldurando o tapete, vinha vários corações feitos de feltro e cheio de areia

Nosso tapete terminou  com um grande coração feito de flores e nos convidando a sermos também nós misericordiosos.

corpus christ30        corpus christ63               13241242_929389603825869_8487284701300799366_n         13239961_929390037159159_7902265394188187934_ncorpus christ65

A todos que de dedicaram seu tempo e esforço, na confecção do tapete do Santuário o meu Deus lhes pague e que Maria a Mãe de Misericórdia abençoe a todos.

Com Carinho Pe. Gilberto MSC

corpus christ7    corpus christ31   13267934_929381853826644_3415071114640373578_n    corpus christ.1pg

13239100_929385890492907_3558808696005768818_ncorpus christ49  13239289_929381610493335_4207354521355903209_n      13241154_929381803826649_8415351648033592456_n  13245453_929382243826605_6510607080897864338_n      13245459_929386007159562_7675505593848984733_n 13256009_929382220493274_1543385681741561273_n      13260042_929382030493293_123995469880868318_n 13260278_929382113826618_5746820917682545405_n      13263728_929386113826218_2141139856411177036_n  13266128_929381673826662_7438259873387140042_n     13267946_929389093825920_7093732022213092810_n 13267978_929382447159918_1766273840811108435_n     13312638_929382267159936_3348020999753417864_n 13315453_929385923826237_3543849507076716571_n      13315650_929385870492909_8189294489477910856_n  13269290_929389180492578_3698949363547460929_n

Créditos das fotografias: Maria Silvia